• Cartaz do I Encontro Brasileiro de Homossexuais doado ao Cedoc LGBTI+

  • Voltar
 por 

Antes de inaugurar o Centro de Documentação Profº Dr. Luiz Mott – Cedoc LGBTI+ em 2007 um dos seus idealizadores, David Harrad Reis, visitou os acervos do Arquivo Edgard Leuenroth da Universidade Estadual de Campinas (AEL/ Unicamp) e do Grupo Gay da Bahia (GGB). 

Passados mais 13 anos desde sua inauguração, em janeiro de 2021, iniciamos o projeto “Acervo Histórico LGBTI+ Brasileiro” no qual seguimos estreitando os laços com outros acervos, museus, arquivos sobre a temática LGBTI+. Na última sexta feira, dia 30 de julho, recebemos a visita do Remom Bortolozi, cofundador do Acervo Bajubá (SP) que presenteou o Cedoc LGBTI+ com um cartaz original do I Encontro Brasileiro de Homossexuais, material que o Acervo tinha duplicado. Esse material se soma a outros sobre o I EBHO, incorporados ao acervo durante os trabalhos de pesquisa e com a doação (1,1 tonelada de material) realizada pelo Profº Dr. Luiz Mott em 2020.

Sobre o I Encontro Brasileiro de Homossexuais (EBHO)

Realizado na cidade de São Paulo entre os dias 4 e 6 de abril de 1980, o I EBHO foi antecedido pelo I Encontro de Grupos de Homossexuais Organizados (EGHO), nos dias 4 e 5. Entre os muitos temas debatidos estão: velhice e solidão, lésbicas, prostituição, discriminação, criminalidade e violência, relação do movimento com os partidos, Lampião da Esquina, diálogo com outros movimentos “minoritários”, etc.

Sobre o Cedoc LGBTI+

Inaugurado pelo Grupo Dignidade em 14 de dezembro de 2007, o Centro de Documentação Prof. Dr. Luiz Mott – Cedoc LGBTI+ é um importante acervo sobre a temática LGBTI+: livros, revistas, jornais, cartazes, produções acadêmicas, CD’s, DVD’s, fotos e documentos históricos do movimento LGBTI+.

Entre as diversas atividades desenvolvidas pelo Cedoc LGBTI+ destacam-se o projeto que restaurou, digitalizou e disponibilizou online todas as edições do jornal Lampião da Esquina no ano de 2010. Em janeiro de 2021 a equipe do Cedoc LGBTI+ em parceria com o Instituto Brasileiro de Diversidade Sexual (IBDSEX) iniciou o projeto “Acervo Histórico LGBTI+ Brasileiro” com a gestão (separação, organização, higienização, acondicionamento e digitalização) do acervo doado pelo Grupo Gay da Bahia (GGB), organização LGBTI+ mais antiga (fundado em 1980) em funcionamento ininterrupto da América Latina.

Se você tem materiais sobre a temática LGBTI+ (livros, jornais, revistas, CDs, DVDs, fotos, folders, cartazes, produção acadêmica etc.) doe ao Cedoc LGBTI+:

Centro de Documentação Prof. Dr. Luiz Mott – CEDOC LGBTI+ | Av. Mal. Floriano Peixoto, 366, cj. 43 – Centro – Curitiba – PR | dignidade@grupodignidade.org.br | (41) 3222 3999 | 99725 3999

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.