• “200 ANOS DE CIDADANIA: O POVO E O PARLAMENTO” Nós LGBTI+ contribuímos com esta história

  • Voltar
 por 

Elaborada em parceria pela Câmara dos Deputados e pelo Senado com a colaboração do acervo do Centro de Documentação Prof. Dr. Luiz Mott (Cedoc LGBTI+) do Grupo Dignidade, a exposição mostra a força dos movimentos sociais nos avanços legislativos do Brasil desde 1822.

Congresso Nacional exibe até o dia 30 de novembro a exposição “200 Anos de Cidadania: o Povo e o Parlamento”, uma retrospectiva histórica de como, desde a Independência do Brasil, em 1822, até os dias de hoje, os movimentos sociais impulsionaram avanços nas leis que regem os direitos civis e políticos da população brasileira.

Textos didáticos, fotos, projeções multimídia, moedas e exemplares das sete Constituições Federais foram reunidos, destacando conquistas relacionadas aos direitos políticos e da mulher, direito à saúde, ao trabalho, direito à educação e ao meio ambiente, direitos indígenas e das comunidades negras, direitos LGBTI+, do idoso, da pessoa com deficiência, da criança e do adolescente.

O evento faz parte das atividades programadas pela Comissão Especial da Independência do Brasil, coordenada pelo deputado Enrico Misasi, e pela Comissão Especial Curadora para o Bicentenário da Independência, coordenada pelo senador Randolfe Rodrigues.

Complementando as ações das comemorações do Bicentenário da Independência do Brasil também foi produzido um mini documentário que contou com a participação do presidente da Aliança Nacional LGBTI+, Toni Reis.


Serviço:
Exposição “200 Anos de Cidadania: o Povo e o Parlamento”
Visitação: de 9 de setembro a 30 de novembro, das 9h às 17h
Local: Salão Negro do Congresso Nacional
Entrada franca

Fonte: Câmara dos Deputados

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *